O plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (16/12) a Medalha Tiradentes post mortem e diploma ao ex-prefeito de Bom Jesus do Itabapoana, Paulo Sérgio do Canto Cyrillo, vítima de um infarto fulminante em 11 de novembro de 2020. A homenagem foi proposta pelo deputado Marcus Vinícius (PTB).

Cyrillo, de 73 anos, participava de uma transmissão ao vivo na internet como candidato a prefeito da cidade quando desmaiou. Ele foi socorrido pelo filho, Paulo Sérgio Cyrillo Junior, atual vice-prefeito de Bom Jesus do Itabapoana, que acompanhava a entrevista virtual para uma faculdade, mas já chegou morto ao hospital.

O seu filho assumiu o lugar na chapa e acabou eleito prefeito na eleição. “Conceder a maior honraria do parlamento fluminense ao ex-prefeito Paulo Sérgio acalenta o coração da família diante da perda tão inesperada e recente. A Alerj reconhece o legado positivo na sua trajetória de competência e trabalho para a população de Bom Jesus”, justifica o deputado Marcus Vinícius.

Formado em Matemática pela Faculdade de Filosofia de Itaperuna e em Engenharia pela UFES, Paulo Sergio do Canto Cyrillo atuou ainda como auditor fiscal do Estado do Espírito Santo. Consolidou sua atuação política em Bom Jesus do Itabapoana ao assumir a prefeitura por motivo de afastamento do então prefeito Carlos Borges Garcia na gestão 2005/2008.