Em Itaperuna, RJ, as equipes da Vigilância Ambiental em Saúde tem intensificado as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika; pelos bairros do município.

E, dentre as recomendações dos profissionais do setor, é fundamental manter os quintais sempre limpos, eliminando ou guardando longe da chuva, todo objeto que possa acumular água, como pneus velhos, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas, copos descartáveis e até cascas de ovos. Além disso, o lixo doméstico deve ser acondicionado em sacos plásticos e descartado adequadamente, em depósitos fechados.

Segundo Adriano Rodrigues de Azevedo, coordenador da Vigilância Ambiental em Saúde, o setor não vem medindo esforços para atender a população.

– Os agentes que saem a campo diariamente encontram muitas dificuldades na realização do trabalho, no entanto, não medem esforços para atender a população da melhor forma possível. E o nosso trabalho também depende do apoio da população, que precisa fazer a sua parte, cuidando do próprio lixo. O nosso setor ainda realiza um trabalho de conscientização junto as pessoas, mostrando como é importante cada um fazer a sua parte. Essa luta contra o mosquito não é somente a luta da Vigilância Ambiental em Saúde, é uma luta de todos! Juntos somos mais fortes no enfrentamento ao mosquito – reforça o coordenador.

Para outras informações, solicitação de atendimento específico, dentre outras questões relacionadas ao setor, dirija-se à Vigilância Ambiental em Saúde (Casa Verde), situada na Rua Júlio César, 99, Centro (em cima da Farmacinha do SUS). O e-mail do setor – cvasitaperuna@gmail.com – é outra forma de contato. Você ainda pode se dirigir à UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua residência e relatar algum problema ao Agente Comunitário de Saúde (ACS), que ele passará a informação à Coordenação da Vigilância Ambiental em Saúde.

 

DECOM – Itaperuna