Prefeitura de Itaperuna realiza ações referentes ao Julho Amarelo

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Julho Amarelo é o mês de prevenção e conscientização sobre as hepatites virais. E a Prefeitura de Itaperuna, através da Secretaria Municipal de Saúde, vem realizando uma série de ações referentes ao mês.

Segundo informações obtidas junto ao site do Ministério da Saúde, a hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas.

Nem sempre a doença apresenta sintomas, mas quando aparecem, estes se manifestam na forma de cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

FAÇA O TESTE RÁPIDO NAS UBS! SEGURO, SIGILOSO E O RESULTADO SAI NA HORA

É importante lembrar que a Secretaria de Saúde de Itaperuna está realizando o teste rápido para diagnóstico de hepatite (B e C), nas UBS (Unidade Básica de Saúde). Faça o teste! É rápido, seguro e sigiloso. E o resultado sai na hora. Procure a UBS mais próxima de sua casa e faça o teste!

FORMAS DE CONTÁGIO
As hepatites virais podem ser transmitidas pelo contágio fecal-oral, especialmente em locais com condições precárias de saneamento básico e água, de higiene pessoal e dos alimentos; pela relação sexual desprotegida; pelo contato com sangue contaminado, através do compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos perfuro-cortantes; da mãe para o filho durante a gravidez (transmissão vertical), e por meio de transfusão de sangue ou hemoderivados.

O contágio via transfusão de sangue já foi muito comum no passado, mas, atualmente é considerado raro, tendo em vista o maior controle e a melhoria das tecnologias de triagem de doadores, além da utilização de sistemas de controle de qualidade mais eficientes.

DECOM – Itaperuna, com informações do Ministério da Saúde