Novo Branding - Senai - Benfica. Instrutor e alunos do curso de petróleo. Mônica Vanessa Alvarenga da Silva/ André Luiz Esteves de Castro/ Robson Vieira de Lima/ Uallace Patrick Arnellas Reis/ Lucas Rangel Ribeiro.

A expectativa de aumento dos royalties e de investimentos na Bacia de Campos vem se confirmando neste ano, e com ela também a abertura de vagas de trabalho no mercado de petróleo e gás fluminense. É o que aponta um levantamento da Firjan, que registrou crescimento de 100% no primeiro trimestre deste ano quando comparado ao último trimestre de 2020. Entre os profissionais requisitados estão aqueles de áreas como Mecânica, Automação Industrial e Eletrotécnica, cujos cursos estão disponíveis somente até a próxima segunda-feira (2/8) nas unidades Firjan SENAI Campos, Macaé e Itaperuna.

Um exemplo dessa retomada no mercado é a história do técnico em Automação Industrial Natan Pitanga dos Santos, de 21 anos. Depois de concluir o Ensino Médio, ele chegou a trabalhar como atendente de loja até fazer o curso na Firjan SENAI Campos. Natan se formou no final de 2019, mas nem a pandemia impediu que conseguisse um emprego ainda no ano passado, numa empresa que presta serviços no Porto do Açu e em vários estados do país.

“Atuo na programação de navios no Porto do Açu, no Rio e em várias cidades do Sul e do Nordeste. Além disso, tenho treinamentos previstos nos Estados Unidos e na Noruega. O curso mudou completamente minha vida, e atuar nessa área é a realização de um sonho. Hoje já estou me especializando ainda mais, dessa vez como engenheiro elétrico”, conta Natan.

História que reforça os dados do levantamento “Oportunidades no mercado de petróleo, gás e naval no estado do Rio de Janeiro”, no qual foram analisadas as vagas abertas nos sites das empresas do mercado situadas no estado do Rio, além de sites de busca de oportunidades, como por exemplo, o LinkedIn. Enquanto no quarto trimestre de 2020 foram abertas 215 oportunidades de emprego, entre janeiro e março deste ano foram criadas 474 novas vagas no mercado de petróleo e gás fluminense. Somando os dois trimestres, o volume de vagas é maior que o período de fevereiro a junho de 2020 – quando foram abertas 375 vagas.

“A recuperação a partir do segundo semestre de 2020, mesmo que parcial, está atrelada principalmente a conjuntura internacional do aumento do preço do barril de petróleo e a expectativa de retomada econômica mundial, com o avanço das campanhas de vacinação no combate à pandemia da Covid-19”, destaca Fernando Ruschel Montera, coordenador de Relacionamento de Petróleo, Gás e Naval da federação.

Cursos em Campos, Macaé e Itaperuna

Do total de vagas no primeiro trimestre de 2021, 56% foram destinadas ao nível superior completo; 15% para trabalhadores com curso superior em andamento; e 14% com exigência de nível técnico. Entre as ocupações de nível superior destacam-se analistas, engenheiros e estagiários universitários – sendo a preferência pela formação completa, nível superior e técnico.

O levantamento, portanto, reforça a necessidade de formação e especialização, como é o caso de alguns dos cursos com vagas abertas na Firjan SENAI. Nas unidades de Campos e Macaé, por exemplo, estão disponíveis cursos técnicos (EaD + Prática) como Automação Industrial, Técnico em Mecânica e Eletromecânica.

A depender da pandemia, o ensino será híbrido. Neste semestre, as aulas serão on-line e ao vivo com simuladores e softwares, entre outras estratégias. Em 2022, além de um dia de aula on-line e dois de tutoria, os alunos passam a ter aulas presenciais na unidade da Firjan SENAI escolhida, caso seja possível em função do contexto da Covid-19, ou por meio de simuladores nas plataformas de aprendizagem.

Oportunidade em outras áreas

Também estão disponíveis oportunidades em outras áreas em alta na região, como a construção civil, logística e novas tecnologias. O curso de Eletrotécnica, por exemplo – disponível na Firjan SENAI Campos, Macaé e Itaperuna – amplia as chances de encontrar emprego nas mais diversas áreas.

“É um segmento polivalente, pois permite trabalhos autônomos e em empresas de todos os portes, desde o Porto do Açu a um microempresário. Mas, além de possibilitar trabalhos na área de Petróleo e Gás, o profissional também pode atuar no mercado do futuro, como o de energia fotovoltaica”, explica Gil Mairon, coordenador da Educação Profissional de Itaperuna, Gil Marion da Silva.

Outros cursos disponíveis são de Logística – na Firjan SENAI Itaperuna –, área de grande potencial na região, não só devido à posição estratégica da região, ao lado de Minas Gerais e do Espírito Santo, como também pelo crescimento do e-commerce em virtude da pandemia; e de Desenvolvimento de Sistemas – na Firjan SENAI Macaé –, que poderá atuar em diversos setores a partir da Internet das Coisas, e que tem uma enorme margem de crescimento, tendo a vista a iminente chegada do 5G ao Brasil.

As inscrições continuam abertas, mas terminam já na próxima segunda-feira (02/08). São 2.413 vagas disponíveis para 61 turmas, em 20 unidades de todo o estado do Rio.

Confira abaixo os cursos disponíveis no Norte e Noroeste Fluminense:

– Firjan SENAI Campos: Automação Industrial, Eletrotécnica e Eletromecânica.

– Firjan SENAI Macaé: Automação Industrial, Desenvolvimento de Sistemas, Eletrotécnica e Técnico em Mecânica.

– Firjan SENAI Itaperuna: Eletrotécnica e Logística.

Mais informações e inscrições no link: https://firjansenai.com.br/cursorio/cursos-tecnicos/cursos-tecnicos-2021

Novo Branding – Senai – Benfica. Aluno diante de painel. Raul Bravo

Felipe Sáles

Assessor de Imprensa