Trezentas e oito famílias do bairro São Caetano, em Italva, no Noroeste Fluminense, receberam títulos de comprovação de posse e moradia, após o trabalho de regularização fundiária realizado pela Secretaria de Estado de Habitação, por meio do Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio de Janeiro (Iterj), juntamente com a Prefeitura italvense. A entrega ocorreu na noite desta quinta-feira (05). No total, mais de 1000 títulos serão entregues por este projeto. Este sonho já era esperado no município há quase vinte anos. Participaram da solenidade, que foi realizada obedecendo às normas de combate e prevenção à Covid-19, os deputados estaduais Jair Bittencourt (vice-presidente da Alerj); Jorge Felippe Neto e Alexandre Knoploch; Ten PM Silveira, comandante da 4 Cia do 29° BPM (Itaperuna); Ten BM Hylen, comandante do Destacamento de Bombeiro Militar (DBM) do 21° GBM (Itaperuna) situado no município de Italva; o presidente da Câmara Municipal, Joel Enfermeiro, entre outras autoridades.

Para o prefeito Leonardo Orato Rangel, o Léo Pelanca, não é somente o título de posse que mudará a vida destas pessoas, mas todo o trabalho que a regularização destes imóveis irá proporcionar a elas. “Baseado nestas legalizações a prefeitura pode realizar levantamentos e saber quais as reais necessidades da região, onde pode ser empregado o dinheiro público para melhorias”, enfatizou o prefeito.

Moradores, emocionados que esperavam o título desde 1994, expressaram o que o momento representava em suas vidas. Gratidão e satisfação resumiu a entrega.

“É minha! É meu! Um sonho! Agradeço ao Léo Pelanca porque graças a Deus esse governo não mediu esforços. O que não era possível em outras gestões aconteceu porque o que não falta é dedicação e compromisso por parte da equipe do atual prefeito”.

“Lutamos pelo melhor e hoje conseguimos. É um dia muito feliz!”.

“Sempre sonhei em poder deixar minha casa para os meus filhos, e agora isso é uma realidade. Estou muito feliz”.

“Achei que esse dia não ia chegar mas chegou, é uma vitória muito grande”.

De acordo com o prefeito Léo Pelanca “é importante lembrar que a titulação dos imóveis permite a transferência do patrimônio da família para os herdeiros dos beneficiários. Outro destaque é que o documento de posse permite aos moradores apresentarem comprovantes de residência, terem acesso a créditos bancários, e, essa conquista se estende de certa forma aos familiares. É um momento marcante para o nosso governo”.

A prefeitura destacou a importância do apoio da EMATER RIO e todo o esforço do ITERJ.

Por Lili Bustilho