Durante a passagem do Governo Presente nesta quinta-feira (05), em Quissamã, o governador Cláudio Castro e o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz, entregaram cheques simbólicos do Agrofundo para os produtores locais e, também  foram entregues a pescadores artesanais e aquiculturas familiares a Declaração de Aptidão ao PRONAF. Além disso, o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz, lançou o selo Pet Friendly na região e o programa “Rio Milho”, que terá como parceiro piloto e irradiador das inovações tecnológicas o município de Quissamã.

No evento, 11 produtores foram beneficiados pelo Agrofundo, através da linha de crédito Rio Leite, somando mais de R$ 270 mil em créditos concedidos. Esse programa, operacionalizado pela Emater-Rio, tem como objetivo estimular e fortalecer pequenos agricultores e já beneficiou desde o início da pandemia 221 produtores em 42 municípios, oferecendo empréstimos aos produtores rurais a juros baixos.

Ainda em Quissamã, a Secretaria de Estado de Agricultura, inaugurou o selo Pet Friendly, a certificação que autoriza a entrada e permanência dos pets em estabelecimentos agora chega à região Norte Fluminense com uma grande expectativa.

– Precisamos evidenciar este grande projeto do Governo do Estado, que está passando pelos municípios do Norte ouvindo todas as demandas de cada região. Em especial, o município de Quissamã que será nosso município referência para o desenvolvimento da cultura do milho. Agradeço a prefeita Fátima Pacheco que vem fazendo um excelente trabalho em conjunto com a Secretaria de Agricultura, oferendo aos produtores todo apoio técnico e ao Governador que tem dado todo o apoio – destacou o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Rio Milho

A empresa vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, a Pesagro-Rio, com intuito de realçar a cultura do milho seco no estado do Rio de Janeiro e beneficiar os agricultores familiares, surge como uma proposta de avaliação ao desenvolvimento e a integração dessa cadeia produtiva atendendo diferentes demandas econômicas e ambientais locais, o novo programa ‘Rio Milho’.

– Esse é um programa piloto, mas é muito ambicioso. A Pesagro-Rio vai fornecer tecnologia e sementes, enquanto a prefeitura de Quissamã vai integrar os produtores para a gente efetivamente dar início a construção de um cinturão de milho, com alta produtividade. Através da análise do solo e a seleção das melhores sementes para aquela região, a gente garante que o produtor saia da lógica de ter uma “roça de milho” e passe a ter uma produção de milho, com alta produtividade e lucratividade – afirmou o presidente da Pesagro-Rio, Paulo Renato Marques.

Emissão de DAP pela FIPERJ

Entre as ações desenvolvidas pela Fiperj, esta a emissão Emissão de Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAP), que é o documento que identifica os pescadores artesanais e aquicultores familiares e/ou suas formas associativas organizadas em pessoas jurídicas, aptas a realizarem operações de crédito rural ao amparo do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

– O Norte e o Noroeste Fluminense são áreas de grande potencial produtivo, na pesca pelo extenso litoral e a presença de grandes cardumes. Já na questão da aquicultura continental o declínio de outras atividades econômicas na região deixou muitas terras ociosas, e a aquicultura é uma importante alternativa econômica para estes municípios, que já possuem  vocação do agro. Constituindo assim fonte de renda ao aquicultor, e consequentemente desenvolvimento econômico em atividades como a ranicultura, a carcinicultura, a piscicultura – ressaltou o presidente da Fiperj, Ricardo Ganem.