Em Itaperuna, RJ, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do distrito de Comendador Venâncio realizou evento, a fim de comemorar o Agosto Dourado, que visa despertar a atenção sobre a importância do aleitamento materno. Na oportunidade foi organizado encontro com gestantes e lactantes.

O aleitamento materno é uma questão de saúde pública e também um direito humano que precisa ser respeitado e protegido.

O chamado Agosto Dourado simboliza a luta pelo incentivo à amamentação, em que a cor se refere ao padrão ouro de qualidade do leite materno.

O aleitamento materno contribui para a redução da mortalidade até os cinco anos, evita diarreia e infecções respiratórias, diminui o risco de alergias, diabetes, colesterol alto e hipertensão, leva a uma melhor nutrição e reduz a chance de obesidade.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno é uma campanha mundial que tem como objetivo estimular as ações relacionadas ao tema.

De fato, é preciso a mobilização de toda a sociedade para incentivar e garantir o direito à amamentação, de modo a proporcionar as condições, para que as mulheres possam amamentar pelo tempo necessário.

O QUE DIZEM A OMS E O MINISTÉRIO DA SAÚDE

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de idade e continuado até os dois anos de idade ou mais.

O leite materno tem tudo de que o bebê precisa até o sexto mês de vida. Portanto, não acredite em promessas de alimentos que tentam parecer melhores do que o leite materno. Somente em casos específicos a mulher não pode amamentar. Na dúvida, consulte um profissional de saúde habilitado.

DECOM – Itaperuna, com informações do Ministério da Saúde