Indústria e Construção’ eleva empregos em Itaperuna em agosto

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Dados de emprego revelam que o Noroeste Fluminense está numa trajetória ascendente de empregos, e em especial Itaperuna. A cidade teve saldo de 228 vagas abertas, principalmente em “Indústria e Construção”, com 140 novas oportunidades. A análise foi feita a partir da plataforma Retratos Regionais da Firjan, que mostra ainda o Noroeste Fluminense com o melhor saldo de empregos do ano.

“Apesar das dificuldades, a região e a indústria da região em particular, mostram sua força com os dados de agosto. Acreditamos que estes números positivos serão ainda melhores com a chegada do fim do ano e a maior movimentação da economia”, disse o presidente da Firjan Noroeste Fluminense, José Magno Vargas Hoffmann.

O aumento em Itaperuna em agosto veio a partir da “Construção de edifícios”, responsável por 38 carteiras assinadas entre as atividades mais geradoras de emprego. Em seguida vem “Confecção de peças de vestuário, exceto roupas íntimas (+31). Outro município de destaque foi Aperibé, com 80 novas vagas – o melhor saldo do ano na cidade. Entre as atividades que mais contrataram estão “Associações de defesa de direitos humanos (+68) e “Fundição de ferro e aço” (+7).

O bom momento se reflete também regionalmente. De janeiro a agosto, Itaperuna acumula saldo positivo de 1.037 vagas, seguida de Santo Antônio de Pádua (+239) e Miracema (+209). Ao todo, a região abriu 434 novas vagas, o melhor saldo do ano, tendo “Indústria e Construção” (+746) como maior contratante, seguida de “Serviços (+715).

 Macaé e Campos se destacam no Estado

No Norte Fluminense, Macaé teve o segundo melhor saldo de vagas abertas entre os 92 municípios fluminenses, a mesma posição no ranking alcançada em julho. “Indústria e Construção” foi a principal contratante na cidade. Já Campos apresentou retração quando comparado ao mês anterior: saldo positivo de 227 em agosto contra 429 em julho.

Apesar da queda em Campos, no recorte de dados de janeiro a agosto deste ano, as duas maiores cidades do Norte Fluminense se destacam no estado. Macaé foi a segunda (+6.545), atrás apenas da capital, enquanto Campos foi a terceira (+4.231). Em ambas as cidades, “Indústria e Construção” foi a maior contratante – respectivamente com 4.881 e 1.303 vagas abertas.

Felipe Sáles

Assessor de Imprensa